Streaming em ascensão? Bom, não é nenhuma novidade que a TV por assinatura está em queda no Brasil, crise que não passou com a virada do ano. Pelo contrário, piorou. Além do início de 2020 ter contabilizado o pior índice de pessoas que possuem TV paga, isto desde 2012. 

Com valores altos e pouca personalização, agora, mais do que nunca, possuir um pacote de TV passou a ser uma questão para o brasileiro repensar e colocar na ponta do lápis. E você, como pode lucrar com o streaming em ascensão? Continue a sua leitura e descubra!

Pode ser do seu interesse – COMO ESCOLHER O LOCAL IDEAL PARA INSTALAR UMA ANTENA PROVEDORA?

Por que o streaming está em ascensão?

Antes de falar sobre investimento, é necessário conhecer mais sobre o assunto e seu potencial. E quando falamos sobre streaming em ascensão precisamos olhar diretamente para os novos hábitos de consumo da sociedade. Por exemplo:

Em busca de experiências adaptadas às suas preferências e tempo disponível, além do baixo custo agregado a uma imensidão de conteúdo, o serviço de streaming ascendeu para solucionar as questões de seus consumidores e comandar a programação de entretenimento.

Se anteriormente as pessoas eram tomadas de desconfiança por formatos digitais, até então poucos conhecidos, hoje os tem como principal fonte de entretenimento. Com o consumo de Vídeo On Demand – Vídeos Sob Demanda, o streaming quebra com a lógica de programas televisivos que o usuário fica à mercê das escolhas da emissora.

Afinal, basta estar conectado a uma rede de internet e poderá desfrutar do seu serviço a qualquer hora e qualquer lugar. Dessa forma, não é difícil adivinhar o motivo que os streamings chegaram para ficar e que colocaram em risco o modo de consumo da televisão tradicional.

O que levou, por exemplo, emissoras como a rede Globo a lançarem seus próprios streamings, a fim de se reinventar e não perder mercado para streamings estrangeiros.

Como um ISP pode lucrar com o streaming em ascensão?

Com isso, saiba que é possível adaptar esta realidade ao seu negócio e lucrar com isso. Ao contrário da maré de azar dos provedores de TV por assinatura, provedores de internet (ISPs) podem encontrar nessa nova tecnologia uma forma de gerar valor ao seu serviço e fidelizar clientes. E a Watch Brasil se coloca como uma grande aliada do provedor regional.  

Sendo um streaming brasileiro, a Watch Brasil entra em jogo fornecendo em seu catálogo séries, filmes, desenhos, realities e programas de humor — contabilizando mais de 3.000 horas de conteúdo.

Assim os ISPs podem ofertar pacotes de internet com o serviço de streaming integrado, tendo um novo serviço disponível apresentando ao consumidor uma nova opção de consumo. Um diferencial que pode ajudá-lo a competir contra grandes operadoras, que já possuem ofertas de serviços semelhantes em seus catálogos.

A Watch Brasil também agrega valor ao seus combos de internet. Conduzindo o cliente a buscar upgrade de pacotes ou aumento da banda larga para ampliação da experiência com o conteúdo de entretenimento.

É vital apresentar o custo-benefício que o consumidor terá ao adquirir os planos conjuntos, tal como uma redução em valores gastos, caso procurasse por um serviço de internet e streaming separadamente. Em contrapartida, aumentará o valor médio que os clientes investem em seu serviço, consequentemente, o lucro obtido. 

Conclusão

Dessa forma, além de obter novos clientes, sabemos o quão importante é a retenção e fidelização dos mesmos. Sem isso, os serviços seriam suficiente apenas para manter a empresa ativa, sem chance de expansão ou aumento de lucros. E a diferenciação ao fornecer um serviço de qualidade integrado a internet pode ser a chave para conquistar tal feito.

Leia também – 3 BENEFÍCIOS EM SER UM PROVEDOR PARCEIRO DA WATCH BRASIL

 

Ainda está em dúvidas sobre como o streaming em ascensão pode ajudar a aumentar os lucros da sua empresa? Então deixe seu comentário abaixo que um dos nosso especialistas entrará em contato!

Privacy Preference Center