Você sabe o que são leads para provedores? Lead é um conceito básico para o marketing digital, que define possibilidades de venda para a empresa. Ou seja, um lead é um cliente em potencial. Alguém com um perfil compatível com a sua persona, o seu cliente ideal.

Entretanto, antes de considerar todo contato como um lead qualificado, é preciso entender melhor como funciona esse conceito. Afinal, além da captação também é essencial levá-lo pelo funil de vendas, para garantir que se torne um cliente efetivo.

Então, o que é um funil de vendas?

O funil de vendas é uma estratégia mercadológica que leva em consideração 3 etapas na jornada de compras de um usuário:

  • Topo de funil – aprendizado e descoberta | reconhecimento de problema;
  • Meio de funil – consideração de solução;
  • Fundo de funil – decisão de compra.

Cada usuário que entra em contato com a sua empresa está em alguma dessas fases. Por isso é importante captar leads e classificá-los em qualificados ou desqualificados. E por fim, trazer conteúdos para que eles possam conhecer sua empresa e a solução que ela está oferecendo para fechar uma compra.

Entenda melhor como funciona o conceito dos leads para provedores:

Leads para provedores de internet

Em primeiro lugar, um lead é um contato que demonstrou interesse pela sua empresa. Nesse sentido, vai além dos seguidores da sua marca nas redes sociais. Você pode perceber o potencial de um lead para provedores de acordo com a interação dele com sua empresa.

Então podemos definir que o usuário cedeu alguma forma de contato, para que a sua empresa possa iniciar um relacionamento mais próximo. Por exemplo, quando um site oferece um e-book ou uma cartilha, e o usuário deixa seu e-mail para fazer download do material – é um lead. Em troca do material, deixou um contato para que a empresa pudesse enviar mais informações sobre seus produtos e serviços.

Dessa forma, toda vez que um usuário solicita um atendimento, faz alguma pergunta e deixa o e-mail ou telefone para que sua empresa possa entrar em contato, ele se torna um lead.

Que informações coletar dos leads?

É importante captar informações que facilitem a conversa com o usuário. Por isso é essencial pedir dados básicos que possam ajudar a entender como o possível cliente usará seu serviço. Por exemplo:

  • Nome;
  • Telefone;
  • Email;
  • Quantas pessoas vão precisar utilizar a rede;
  • Uso pessoal ou de trabalho;
  • Se é utilizada para jogar;
  • Se existe a necessidade de conexão via wi-fi ou cabo;
  • Qual o atual plano que o usuário está utilizando.

Com essas informações você pode manter um arquivo com seus melhores leads e os contatos que ainda não estão prontos para se tornarem assinantes, dessa forma facilita o contato com os interessados. Além disso, quando os leads se tornarem clientes, você poderá migrar facilmente esses dados para a sua base de assinantes.

Logo após, com uma boa base de leads em mãos é preciso nutri-los. Para garantir que ele se torne um cliente fiel da sua empresa. E em caso de contratação dos planos básicos o provedor pode retomar essas informações e verificar se há a possibilidade de vender um plano mais rentável para a empresa.

Leia também – Expansão do mercado de provedores: como destacar sua empresa

Classificando os leads para provedores

Como uma boa campanha de captação de leads, você já estará trabalhando com um público que demonstrou interesse por seus serviços. Essa é uma estratégia para definir como será a comunicação com cada usuário.

Em termos básicos existem os leads qualificados e desqualificados, é necessário definir o nível de interesse dessa pessoa, antes de continuar a se comunicar com ela. Os leads frios acabaram de conhecer a empresa e não sabem direito o que querem. Dessa forma, eles precisam ser nutridos com mais informações sobre sua empresa, seu serviço e os principais diferenciais. 

Um lead qualificado já conhece a sua empresa e está muito interessado pelos seus serviços. Agora esse lead precisa de argumentos para fechar a compra. Geralmente esse usuário já pode falar diretamente com o responsável pela área comercial ou um vendedor experiente, que vai entender seu atual problema e oferecer a melhor solução.

Com a devida classificação de leads você pode conquistar, de forma rápida e prática, mais clientes para a sua empresa.

Como nutrir leads?

Depois de classificá-los é importante investir na nutrição da sua base de leads. Usuários que ainda estão no topo do funil, vão querer aprender mais sobre sua empresa. Traga conteúdos que conversem com esses usuários, exaltando a importância e diferencial de investir em um provedor de internet de qualidade.

Para usuários que já conhecem a sua empresa, você pode apostar em mais argumentos relacionados à venda, como os diferenciais da sua empresa: planos de internet, seus serviços adicionados e todos os benefícios para seus assinantes.

Respeitando as etapas do funil de vendas e a classificação dos seus leads, é possível melhorar e muito as vendas da sua empresa. Fique atento para reconhecer todos os usuários interessados no seu serviço e não perder nenhuma oportunidade de negócio, provedor!